Paquistão ameaça acabar com cooperação antiterrorista

Parlamentares paquistaneses ameaçaram nesta sexta-feira, 9, interromper cooperação contra o terrorismo se ajuda de militares americanos se restringir apenas na luta contra o Taleban e Al-Qaeda.Líderes paquistaneses e americanos se preocupam com a atuação terrorista na região, mas país pede que ajuda não fique apenas nesta questão, dizendo que Washington pode perder um importante aliado."A contribuição do Paquistão contra o terrorismo é muito maior do que em outro país", disseram membros do Parlamento paquistanês.Se os americanos não oferecerem mais ajuda ao Paquistão, o Parlamento se propôs, em reunião ocorrida nesta quinta-feira, 8, a votar uma medida que tente barrar o auxílio paquistanês na luta contra o terrorismoEm entrevista na quarta-feira, o embaixador americano no Paquistão, RyanCrocker, defendeu a luta contra o Taleban e Al-Qaeda e disse que os EUA pretendem ampliar os laços com o Paquistão."A realidade é que desde 2001 nenhum país faz mais para nos ajudar contra o terrorismo que o Paquistão", disse Crocker.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.