Paquistão ataca bases da Al-Qaeda na fronteira afegã

O Exército de Paquistão destruiu três supostas bases da Al-Qaeda perto da fronteira afegã na manhã desta terça-feira, matando 10 pessoas, incluindo estrangeiros, disse um porta-voz do Exército.O Major General Shaukat Sultan disse que o Exército concentrou a operação na região tribal do sul de Waziristan, após os relatórios da inteligência confirmarem que entre 25 a 30 militantes do Al-Qaeda estavam escondidos no local. ?Nós acreditamos que diversos deles morreram, mas não temos um número oficial de corpos,? disse.Sultan informou que alguns membros do grupo terrorista que estavam no local eram estrangeiros. Acrescentou ainda que as bases destruídas estavam em uma zona separada, próxima a aldeia de Zaoola e de Waziristão do Norte, onde o governo firmou em setembro um acordo de paz com os chefes tribais para colocar fim as operações castrenses contra os milicianos.Em contrapartida, os milicianos locais e líderes tribais se comprometeram a não dar refúgio a extremistas estrangeiros, nem atacar membros simpatizantes do governo.O governo não assinou acordo semelhante com o Waziristão do Sul, local onde os militares realizaram inúmeras operações contra a Al-Qaeda e seus simpatizantes locais.Matéria alterada às 04h09 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.