Paquistão: ataques aéreos matam 31 terroristas na fronteira com Afeganistão

Ataques aéreos do exército do Paquistão mataram 31 militantes e um avião teleguiado (drone) norte-americano matou outros sete ao longo da fronteira com o Afeganistão, onde insurgentes se abrigam em regiões tribais, neste final de semana. A ofensiva na região já dura seis meses.

Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 09h42

De acordo com comunicado do exército do Paquistão, os ataques aéreos no sábado no Vale Tirah, na região de Khyber, destruíram quatro esconderijos e um centro de treinamento para terroristas suicidas.

Os militares disseram que a operação em Khyber foi armada contra militantes que fugiram de uma ofensiva na região de Waziristan, no dia 15 de junho de 2014, e que resultou na morte de 1,2 mil insurgentes.

O massacre a escola na cidade de Peshawar, que matou pelo menos 141 pessoas em dezembro, pode ter sido organizado de Khyber. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoAfeganistãoterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.