Paquistão confirma mais um foco de gripe aviária

A presença do vírus H5N1, causador da gripe aviária, foi detectada numa granja em Sihala, a cerca de 25 quilômetros de Islamabad, no Paquistão. Um porta-voz do Ministério de Alimentação, Agricultura e Pecuária do País confirmou oficialmente a presença do vírus. É o segundo foco desde fevereiro, na região. O Governo "declarou o alerta vermelho", segundo a fonte, acrescentando que, quando os testes confirmaram a presença do vírus, 3.500 frangos foram sacrificados. No entanto, o Governo paquistanês informou que comer frango "continua sendo seguro, porque não houve nenhum contato humano com o Vírus". Diversas amostras colhidas na fazenda de Sihala foram levadas ao laboratório da gripe aviária no Conselho de Pesquisa Nacional sobre Agricultura desde sábado, quando a morte de frangos na província do Punjab, no sul, acionou o alarme. O porta-voz do Ministério não informou se o Paquistão vai enviar amotras dos frangos infectados a algum laboratório internacional para a confirmação da presença do vírus, como aconteceu nos casos de gripe aviária em duas fazendas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.