Paquistão encontra documentos de envolvidos no 11/9

Em operação contra o Taleban, Exército recuperou passaportes de supostos membros da Al-Qaeda

Associated Press,

30 de outubro de 2009 | 12h40

O Exército do Paquistão encontrou nesta quinta-feira, 29, passaportes que podem ter alguma ligação com os suspeitos envolvidos nos ataques de 11 de setembro ao World Trade Center e ao Pentágono nos EUA, segundo informaram os militares. Os documentos foram encontrados durante uma operação contra um esconderijo do Taleban na região fronteiriça com o Afeganistão.

 

Os soldados mostraram os passaportes apreendidos, entre eles um documento alemão que pertence a um homem chamado Said Bahaji. Acredita-se que Bahaji seja membro de um núcleo de Hamburgo que teria ordenado os ataques terroristas e que ele tenha fugido da Alemanha antes dos atentados. O suspeito seria vinculado a Mohammed Atta, líder dos terroristas dos sequestros dos aviões. O passaporte incluía um visto de turista para o Paquistão e um selo indicanto que ele havia chegado à cidade de Karachi em 4 de setembro de 2001.

 

De acordo com o jornal americano New York Times, a presença aparente de Bahaji nas áreas tribais do Paquistão é um claro indício que os membros da Al-Qaeda - incluindo os participantes dos ataques ao WTC e ao Pentágono - se refugiam na área, segundo acreditam as autoridades americanas.

 

Uma autoridade americana de combate ao terrorismo afirmou que acredita que "Bahaji ainda esteja no Paquistão e seja um propagandista da Al-Qaeda".

 

Outro documento, da Espanha, tem o nome de Raquel Burgos Garcia, quem a mídia espanhola acredita ser mulher de Amer Azizi, membro da Al-Qaeda em Marrocos e suspeito de estar por trás dos ataques de 11 de setembro e das explosões em trens em Madrid no ano de 2004.

 

Não foi possível verificar a legitimidade dos passaportes e as autoridades alemãs e espanholas não comentaram os casos imediatamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.