Paquistão entrega aos EUA suspeito de organizar atentados de 11/09

O governo do Paquistão entregou às autoridades dos Estados Unidos Khalid Sheikh Mohamed, considerado pelos norte-americanos o principal organizador dos atentados de 11 de setembro de 2001 contra as cidades de Nova York e Washington. Ele foi detido neste sábado próximo a Islamabad, capital do Paquistão, informaram fontes oficiais. Khalid Mohamed foi preso nos arredores de Rawalpindi, cidade na fronteira com Islamabad, juntamente com outros dois supostos membros da Al-Qaeda - um cidadão paquistanês chamado Abdul Qadus e outro não identificado, também de origem árabe. Os Estados Unidos tinham colocado uma recompensa de US$ 25 milhões para quem informasse o paradeiro do suposto terrorista. Mohamed está na lista dos 22 homens mais procurados pelo FBI. Em um comunicado oficial, o porta-voz da Casa Branca, Ari Fleischer, afirmou que ?é difícil explicar o significado desta prisão? e felicitou ?o êxito da operação que prendeu vários membros da Al-Qaeda, inclusive Mohamed?. Mohamed, de 30 anos, nascido no Kuwait e naturalizado paquistanês, é acusado de ser um dos homens fortes da rede Al-Qaeda, liderada pelo milionário saudita Osama Bin Laden. Segundos os EUA, ele também estaria envolvido nas explosões em Bali, no ano passado, e nos bombardeios na embaixada dos EUA na África, em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.