Paquistão expulsa refugiados afegãos

Autoridades ordenaram nesta segunda-feira que todos os refugiados afegãos numa conturbada região no noroeste do Paquistão, palco de intensos combates entre militantes islâmicos e forças de segurança, retornem ao Afeganistão. Num anúncio feito na rádio estatal em Miran Shah, a principal cidade da província do Waziristan do Norte, o governo local advertiu que os afegãos que não retornarem imediatamente estarão sujeitos a "duras punições". Os moradores paquistaneses foram também avisados a não abrigar qualquer afegão. Não foram explicados os motivos da decisão, nem quais seriam as punições, mas autoridades têm dito que entre as forças tribais que enfrentam as forças de segurança estão afegãos, que seriam milhares e chegaram à região durante a ocupação soviética do Afeganistão na década de 1980. Muitos deles há muito se estabeleceram na região. Este mês, o exército do Paquistão afirmou que mais de 100 militantes e oito soldados morreram em combates na região montanhosa que faz fronteira com o Afeganistão.

Agencia Estado,

13 Março 2006 | 16h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.