Paquistão: Governo afirma que chuvas fortes mataram pelo menos 37 pessoas

O governo do Paquistão afirmou que chuvas fortes atingiram o noroeste do país neste domingo, matando pelo menos 37 pessoas.

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2015 | 20h33

O ministro de Informação Provincial, Mushtaq Ghani, disse que a tempestade, de ventos fortes e granizo, deixou mais de 200 feridos e causou o desabamento de prédios e árvores.

De acordo com Ghani, o governo declarou estado de emergência em todos os hospitais locais em Khyber Pakhtunkhwa, província de Peshawar.

O comissário do governo,Munir Azam, informou que a chuva começou na tarde de domingo e causou danos severos na infraestrutura. Os voos no aeroporto de Peshawar foram suspensos pois é esperado mais chuvas durante a madrugada.

De acordo com o Exército do Paquistão, tropas foram enviadas para a área afetada para ajudar nas operações de resgate. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãodesastre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.