Paquistão importará nova tecnologia nuclear da China

O Paquistão planeja importar a mais recente tecnologia nuclear da China, informou o jornal estatal China Daily na quinta-feira (pelo horário local), ao citar o ministro da Ciência e Tecnologia do Paquistão, Changez Khan Jamali. O ministro paquistanês deu as declarações no Fórum Econômico Mundial que acontece na cidade costeira de Dalian, no leste chinês. Segundo ele, o Paquistão espera adquirir a tecnologia de terceira geração em um período entre um e dois anos.

AE, Agência Estado

14 Setembro 2011 | 21h00

Atualmente o Paquistão constrói seu terceiro reator nuclear m Chashma e a instalação é financiada pela China. A China, por sua vez, desenvolve no momento seu primeiro reator doméstico de terceira geração, chamado de CAP 14000. A construção da primeira unidade na província de Shandong deverá começar em 2013. Os planos foram adiados após o desastre nuclear que aconteceu no começo deste ano na usina japonesa de Daiichi Fukushima, informou o China Daily.

O reator chinês de terceira geração é baseado no reator de água pressurizada AP 1000 da Westinghouse Electric Co., e elevará a capacidade de geração de energia dos atuais 1.154 megawatts para 1.400 megawatts, informou o jornal.

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.