Paquistão intensifica busca a militantes da Al-Qaeda

O governo do Paquistão enviou hoje mais 100 soldados para dar um reforço na busca aos supostos integrantes da AL-Qaeda, que teriam matado 10 militares paquistaneses. Quinhentos soldados estão, desde ontem, em uma região próxima à fronteira com o Afeganistão, onde supostamente estariam escondidos os terroristas.Um oficial do Exército da província da Fronteira Noroeste afirmou que os soldados estavam revisando os documentos das pessoas que abandonavam a área. Segundo ele, as tropas paquistanesas destruíram uma casa onde os combatentes se escondiam, como advertência para os residentes que apoiam a Al-Qaeda e o ex-regime Taleban.O porta-voz militar do Paquistão, general Rashid Quereshi, disse que os soldados detiveram "alguns homens da Al-Qaeda" desde a manhã de ontem, mas não forneceu detalhes. Também não ficou claro se os detidos tinham relação com os ataques da última quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.