Paquistão liberta ex-líder taleban

O Paquistão libertou neste sábado Mullah Abdul Ghani Baradar, um de seus prisioneiros de mais alto nível, num esforço para impulsionar o processo de paz no Afeganistão, segundo autoridades paquistanesas.

EQUIPE AE, Agência Estado

21 Setembro 2013 | 10h41

O governo afegão há muito tempo demandava a libertação de Baradar, ex-líder do Taleban que foi capturado numa operação conjunta com a CIA na cidade paquistanesa de Karachi, em 2010.

Os Estados Unidos também estão ansiosos para que o governo afegão assine um acordo de paz com o Taleban antes de retirar a maior parte de suas tropas de combate do país até o final de 2014. Apesar disso, os EUA pressionaram o Paquistão a não libertar o ex-líder devido à preocupação de que ele volte ao campo de batalha.

Baradar foi solto na manhã deste sábado, disse o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Paquistão, Aizaz Ahmad Chaudhry. Segundo a inteligência paquistanesa, Baradar continuará no Paquistão. Ele será cercado por um forte esquema de segurança e estará livre para encontrar com quem quiser. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTÃOLIBERTAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.