Paquistão mata 16 em busca por líder Taleban no vale do Swat

Desde abril deste ano, região é palco das principais operações militares contragrupo radical islâmico no país

Efe,

14 de setembro de 2009 | 11h50

Forças paquistanesas detonaram nesta segunda-feira uma operação contra radicais do Taleban no vale do Swat, no norte do país. Ao menos 16 supostos rebeldes e um soldado morreram nos combates. Em uma ação paralela, um ataque aéreo atribuído aos EUA matou quatro pessoas.

Veja também:

link Tumulto no Paquistão deixa pelo menos 18 mulheres mortas

Em comunicado, o Exército paquistanês anunciou a prisão de três suspeitos de fazerem parte do grupo radical. O Vale do Swat é palco das principais operações da luta contra o Taleban, que os militares têm lançado desde abril.

No distrito de Manshera, 14 policiais ficaram feridos, três deles em estado grave, após uma explosão de uma bomba acionada por controle remoto. Desde o final de abril, 1,7 mil supostos insurgentes e 200 soldados morreram na ofensiva, segundo o Exército.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoSwatTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.