Paquistão minimiza risco de armas caírem nas mãos de terroristas

Um oficial encarregado daestratégia armamentista do Paquistão fez uma inéditaapresentação à imprensa internacional em Islamabad no sábadopara tranquilizar a todos sobre os riscos de armas nuclearescaírem nas mãos de terroristas. "Nós instituímos comando e estruturas de controle, além demedidas de segurança, e posso garantir que tudo estáperfeitamente seguro", disse o tenente-general de reservaKhalid Kidwai, diretor-geral da Divisão de PlanejamentoEstratégico. "Podemos evitar qualquer tipo de ameaça, seja por pessoasde dentro, de fora ou de ambos os lados", acrescentou. Ele disse que 10 mil soldados foram colocados nas regiõesonde há fábricas nucleares. Segundo Kidwai, a segurança foireforçada depois que militantes começaram a agir mais contraalvos militares em uma onda de ataques suicidas durante o anopassado. (Por Simon Cameron-Moore)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.