Paquistão nega presença americana nas buscas a Bin Laden

O governo do Paquistão negou nesta segunda-feira que a CIA tenha estabelecido bases escondidas em regiões remotas do país para capturar Osama bin Laden.De acordo com matéria publicada hoje pelo The New York Times, a CIA concluiu que Bin Laden está sendo protegido por extremistas islâmicos no noroeste do Paquistão. O jornal afirma ainda existir a suspeita de que o líder da Al-Qaeda controla uma célula terrorista que está planejando um ataque espetacular aos EUA. O presidente do Paquistão, general Pervez Musharraf, amplamente criticado em seu país pelas relação estreita com Washington, admitiu no passado que um pequeno número de experientes americanos colaboram com as forças paquistanesas no combate aos extremistas da Al-Qaeda. Mas negou que os EUA estejam buscando Bin Laden ativamente em território do Paquistão.Nesta segunda-feira, funcionários reiteraram a afirmação do Paquistão, segundo a qual não há evidências de que Bin Laden esteja no país, e negaram a versão do NYT sobre as bases da CIA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.