Paquistão prende 4 suspeitos por atentado no Marriot

Um policial informou hoje que quatro paquistaneses foram presos por serem suspeitos de participar de um atentado suicida realizado no Hotel Marriot, no mês passado, em Islamabad. Segundo o policial, Ahmad Latif, o quarteto teve "envolvimento direto" no ataque, que matou 54 pessoas.Latif afirmou que os quatro foram presos em diferentes pontos da província do Punjab, porém não forneceu mais detalhes. Eles foram apresentados hoje a uma corte e um magistrado deu permissão à polícia para questioná-los por uma semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.