Paquistão prende 5 informantes dos EUA, diz jornal

O Paquistão prendeu cinco informantes que forneceram dados para os Estados Unidos antes da operação que matou Osama bin Laden no início de maio, afirmou o jornal The New York Times. Um deles é um major do Exército paquistanês, segundo o diário.

AE, Agência Estado

15 de junho de 2011 | 15h39

As prisões foram realizadas pela poderosa agência Inter-Services Intelligence (ISI). O quinteto havia ajudado a agência norte-americana CIA com informações, antes da operação contra o líder da Al-Qaeda. O major teria copiado a placa dos carros que seguiam até o local onde vivia Bin Laden, na cidade de Abbottabad, a duas horas de carro da capital do país, Islamabad.

Militares do Paquistão negaram que qualquer oficial tivesse sido detido, garantindo que a história era "falsa e totalmente sem embasamento". Segundo o NYT, o vice-diretor da CIA deu nota 3 para a cooperação em contraterrorismo entre os dois países, em uma escala de 0 a 10. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoEUAinformantesBin Laden

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.