Paquistão prende estudante acusado de queimar o Corão

Um adolescente muçulmano foi preso neste domingo no Paquistão depois que vizinhos deram queixa à polícia acusando-o de ter queimado páginas do Corão, o livro sagrado do islamismo.Tauqeer Abbas, de 19 anos, foi levado para a delegacia de um bairro histórico da cidade de Lahore, junto com vários restos de páginas do Corão recolhidos pela polícia. Ele deverá ser acusado de blasfêmia, que pode ser punida com pena de morte no Paquistão, uma auto-intitulada república islâmica. Abbas, estudante de computação, negou as acusações, dizendo que o caso foi "armado" pelos vizinhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.