Paquistão: Taleban diz que não irá renovar cessar-fogo

O Taleban paquistanês disse que não irá renovar o cessar-fogo convocado para facilitar as negociações de paz com o governo, mas ressaltou que as conversas irão continuar. Em comunicado enviado nesta quarta-feira a jornalistas, o porta-voz da organização Shahidullah Shahid disse que o conselho do grupo militante havia decidido, por unanimidade, interromper o cessar-fogo.

AE, Agência Estado

16 de abril de 2014 | 17h48

Em 1º de março, o grupo havia anunciado um cessar-fogo, que posteriormente foi estendido por dez dias. Este é o primeiro comentário feito pelo Taleban sobre o assunto desde que o cessar-fogo expirou na quinta-feira.

O porta-voz culpou o governo pela interrupção, dizendo que as operações contra militantes continuaram durante o cessar-fogo. Mas ele salientou que as negociações continuarão em "completa sinceridade".

Militantes no noroeste do Paquistão têm lutado contra o governo há anos, com milhares de soldados e civis mortos em bombardeios e tiroteios. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.