Paquistão testa com sucesso míssil com capacidade nuclear de curto alcance

Projétil, batizado de NASR, tem alcance de 60 km e foi projetado para aumentar a capacidade de 'dissuasão' em distâncias curtas do programa de defesa paquistanês

Efe,

19 de abril de 2011 | 05h07

ISLAMABAD - O Paquistão testou com sucesso nesta terça-feira, 19, um novo míssil de curto alcance com capacidade para levar ogivas nucleares, informou o exército.

 

O projétil terra-terra, batizado de NASR, foi projetado para aumentar a capacidade de "dissuasão" em distâncias curtas do programa de defesa paquistanês, segundo fontes militares citadas pela agência de notícias estatal APP.

 

O NASR tem alcance de 60 quilômetros, pode levar ogivas nucleares e atingir seu alvo com "grande precisão".

 

Durante os últimos meses, o Paquistão testou o míssil de cruzeiro Hatf-VII e o terra-terra de média distância Hatf-V, ambos com capacidade para carregar ogivas nucleares.

 

Testes deste tipo são frequentes tanto no Paquistão como na Índia, a potência nuclear vizinha, com a qual mantém uma corrida armamentista há décadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.