Paquistão teve 99 mortes por cólera, afirma OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou nesta segunda-feira que o Paquistão já confirmou 99 casos de cólera em áreas afetadas por enchentes pelo país. A agência de saúde das Nações Unidas informou que os casos abrangem o período do início das enchentes, no fim de julho, até o fim de setembro.

AE-AP, Agência Estado

25 de outubro de 2010 | 14h52

A OMS disse ter recebido o alerta do Paquistão em 12 de outubro, mas não explicou a demora em divulgar o dado. O braço da ONU sediado em Genebra também informou nesta segunda-feira que o Paquistão informou sobre 26 casos de febre hemorrágica da Crimeia-Congo, incluindo três mortes. Segundo ele, há mais de 1.500 casos de dengue confirmados em laboratório em território paquistanês, incluindo 15 mortes.

A OMS afirmou que as enchentes podem contribuir para o aumento nos casos de doença. Um oficial de alto escalão da agência deve visitar o Paquistão durante três dias, a partir de amanhã.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoenchentescóleramortesOMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.