Paquistão: tumulto deixa 30 mortos em santuário

Trinta peregrinos morreram pisoteados e 28 ficaram feridos em um tumulto ocorrido em um santuário muçulmano no centro do Paquistão, segundo a polícia local. O acidente aconteceu na noite deste sábado, quando os guardiões do santuário de Baba Farid Ganjshakar, um santo do século 13, abriram as portas para a entrada dos peregrinos. De acordo com um rádio paquistanesa, os guardiões atrasaram em pelo menos três horas a abertura das portas do santuário, o que deixou os fiéis nervosos e irritados. A abertura das portas do santuário marca o começo de um festival anual. De acordo com as tradições locais, quem atravessa as portas do santuário vai direto para o paraíso quando morre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.