Paquistão vai abster-se de voto sobre Iraque

O Paquisão irá abster-se de votar no Conselho de Segurança das Nações Unidas eventual nova resolução que os EUA e a Grã-Bretanha pretendem apresentar, a qual autoriza o uso da força contra o Iraque, disse um porta-voz do partido do governo. O Paquistão é membro provisório do Conselho de Segurança da ONU. "Não daremos nossa opinião", disse Azeem Chaudhry, porta-voz do Quaid-e-Azam, facção da Liga Muçulmana do Paquistão.O primeiro-ministro do país, Zafarullah Khan Jamali, fará pronunciamento às 12h15 (de Brasília) para anunciar a posição oficial do país. Ontem, durante sessão no Parlamento, Jamali afirmou que o Paquistão não apoiará a guerra contra o Iraque. Chaudhry explicou que o premiê quis dizer que o país se absterá do voto. "Faremos o melhor para nosso país. Apoiar a guerra não é o melhor", disse o primeiro-ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.