Para a maioria nos EUA, queda de Saddam não vale a guerra

A maioria dos eleitores americanos diz agora que a remoção de Saddam Hussein não compensou o custo financeiro e humano da invasão do Iraque, de acordo com uma nova pesquisa. A pesquisa NBC-Wall Street Journal constatou que 47% dos eleitores registrados não acreditam que a queda do líder iraquiano tenha compensado, enquanto 42% pensam que a derrubada de Saddam valeu a pena.Em março, a mesma pesquisa mostrava que a metade dos americanos pensava que os custos financeiro e humano da guerra compensavam. A pesquisa mostrou ainda que 55% dos americanos são favoráveis à retirada das tropas enviadas ao Iraque em um ano e meio. O número de pessoas que acreditam que os soldados deveriam ficar mais tempo no país árabe caiu de 56%, em janeiro, para 44% agora.O índice de popularidade do presidente de Bush também segue em queda e a gestão da situação no Iraque é criticada pela maioria dos americanos, segundo outra pesquisa, agora da empresa Gallup, publicada pelo jornal USA Today.Das pessoas consultadas, 49% estão satisfeitas com o presidente, cifra mais baixa desde o início do mandato, em janeiro de 2001. O índice de descontentamento aumentou para 48%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.