Para Blair, Saddam deve permitir inspeção de armas

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, que encontrou-se com o presidente norte-americano, George W. Bush, no Texas, afirmou hoje que o presidente iraquiano, Saddam Hussein, deve permitir a entrada dos inspetores de armas da ONU no seu país "a qualquer hora, em qualquer lugar" que a comunidade internacional exija. Blair, revelando fortes sinais de que estaria ao lado dos norte-americanos num ataque ao país de Saddam, não ameaçou especificamente o Iraque com uma ação militar, mas pediu para a comunidade internacional estar preparada para agir com armas, caso seja necessário contra o terrorismo e contra a produção de armas de destruição em massa. "Se necessário, a ação deverá ser militar e, caso seja justificada, deverá envolver a mudança de regime" declarou o primeiro-ministro britânico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.