Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Para Bremer, iraquianos não estão prontos para governar

O administrador americano do Iraque disse que os iraquianos ainda não estão preparados para governar, e descartou a entrega da soberania ao povo do país antes que seja elaborada uma constituição. O Conselho de Governo iraquiano, estabelecido pelos EUA, tem pressionado para assumir plenamente como governo interino do Iraque. A França e a Alemanha lideram uma pressão para que seja dada às Nações Unidas mais autoridade na reconstrução do Iraque e para que se seja estabelecido um calendário que contemple a transferência de poder para os iraquianos em questão de meses.Mas Paul Bremer, o administrador americano do Iraque, disse se opor a uma rápida transferência de poder. Perguntado no programa "The Early Show", da rede americana CBS, se os iraquianos estavam prontos para autogovernar-se, Bremer respondeu: "Não, eles não estão". Ele considerou a criação, em julho, do Conselho de Governo como "uma importante tranferência de poder" e destacou que o órgão nomeou um gabinete no começo do mês. "Eles estão administrando os ministérios agora", disse.Uma autoridade da força de ocupação liderada pelos EUA disse, sob condição de anonimato, que Bremer vetará qualquer iniciativa de soberania do Conselho de Governo, de 25 membros, todos apontados pelos americanos. Ele também bloqueará qualquer tentativa do conselho de formar uma milícia para substituir tropas americanas como a força primária de segurança no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.