Para Bush, congresso deve aprovar uso da força contra Iraque

O presidente norte-americano, George W. Bush, disse hoje que o Congresso deve conceder-lhe autoridade para usar a força militar contra Saddam Hussein. "Esta será a parte da resolução - autorização para uso da força. Se queremos manter a paz, temos de ter autorização para o uso da força", afirmou Bush na Sala Oval. ?Esta é a chance para o Congresso indicar apoio, a chance para o Congresso dizer que apóia a habilidade da administração manter a paz", acrescentou. Bush afirmou querer que o Congresso lhe conceda não apenas poder para fazer uma guerra contra Saddam, mas apoio explícito para retirá-lo do poder. "Esta é a política do governo", disse Bush, acrescentando que deseja a aprovação do Congresso antes do recesso para a campanha das eleições de 5 de novembro."O Conselho de Segurança das Nações Unidas deve trabalhar com os EUA e outras partes envolvidas para enviar mensagem clara de que esperamos que Sadddam se desarme", defendeu o presidente dos EUA. "E se o Conselho de Segurança das Nações Unidas não enfrentar o problema, os EUA e alguns de nossos amigos o farão", afirmou Bush.A entrevista foi concedida após encontro de Bush com o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell. A reunião foi marcada para que Powell atualizasse o presidente sobre os trabalhos diplomáticos na construção de uma resolução pelo Conselho de Segurança contra o Iraque. Bush não revelou quais seriam tais aliados, acrescentando que "o tempo o dirá". "Acredito que vocês verão várias nações que amam a liberdade", disse. "Estou confiante de que as pessoas nos seguirão", observou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.