Para Bush, relação EUA-China pode ser prejudicada

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, voltou a alertar que o impasse com a China sobre o avião EP-3E e sua tripulação deve ser resolvido rapidamente ou poderá colocar em risco as ligações entre os EUA e a China. "Todos nós entendemos que diplomacia leva tempo, mas há um ponto em que as nossas relações com a China poderão ser prejudicadas", afirmou Bush, em Washington. Bush foi cauteloso ao afirmar que as ligações entre os dois países não estão ainda abaladas. O presidente norte-americano não disse quando deverá tomar alguma ação em relação à China, mas afirmou que cada dia que passa sem uma solução é um problema.Os comentários de Bush foram feitos antes de um encontro em seu gabinete, em Washington, e mostraram um tom mais moderado do que as observações do secretário de Estado, Colin Powell. Ontem, Powell alertou que as relações dos Estados Unidos com a China estavam sendo afetadas pelo impasse. Após um fim de semana marcado pela retórica, dois diplomatas norte-americanos encontraram-se pela manhã com os 24 membros da tripulação do EP-3E. Os 21 homens e 3 mulheres estão detidos há oito dias na Ilha de Hainan, onde fizeram um pouso de emergência depois da colisão do avião em que estavam com um caça chinês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.