Para chanceler, razão derrotou as sanções

O chanceler cubano, Felipe Pérez Roque, afirmou ontem, em Luanda, Angola, que "a verdade e a razão" derrotaram as sanções que a União Européia (UE) impunha à ilha, suspensas na segunda-feira. "Nunca cedemos nesse enfrentamento, pois tínhamos plena consciência de que a razão venceria", disse Pérez Roque. Foi a primeira reação do governo de Raúl Castro à suspensão das medidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.