Para China, queixa sobre subsídios é uma "lástima"

Pequim considera uma lástima que os Estados Unidos busquem a intervenção da Organização Mundial do Comércio (OMC) na disputa sobre os subsídios industriais chineses, afirmou um porta-voz do Ministério de Comércio chinês, de acordo com a edição deste domingo do jornal "China Daily".Sem fornecer outros detalhes, o porta-voz afirmou que a China está deliberando sobre a postura dos EUA. Washington apresentou na sexta-feira uma queixa formal contra Pequim na OMC, por seu uso de subsídios "aparentemente proibidos" em várias indústriasEntre essas práticas, o Escritório de Comércio Exterior dos Estados Unidos alegou que a China outorga subsídios significativos às exportações de aço, madeira, papel e outros produtos, o que prejudica os exportadores americanos que querem entrar no mercado chinês.Além disso, os americanos se referiram aos subsídios que Pequim dá para que as empresas que operam em seu país comprem equipamentos e acessórios de marca nacional, marginalizando assim os exportadores americanos desses produtos.Segundo a representante de Comércio Exterior dos EUA, Susan Schwab, a Casa Branca não teve outro remédio a não ser apresentar a queixa após o infrutífero diálogo com as autoridades chinesas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.