'Para' colombiano revela pedido de apoio para golpe

O ex-líder das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC) Salvatore Mancuso disse ontem em uma entrevista à rádio colombiana Caracol que militares e políticos venezuelanos buscaram seu apoio para derrubar o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. O paramilitar de ultradireita, hoje preso nos EUA, não disse quando esse contato ocorreu nem quais alas políticas e do Exército teriam entrado em contato com ele.

O Estado de S.Paulo

12 Maio 2012 | 03h01

"Queriam participar de um golpe de Estado e entraram em contato com o comandante Carlos Castaño (da AUC)", declarou. "Havia forças militares venezuelanas aliadas a Chávez e outras contrárias a ele. Esses opositores queriam apoio e instruções de combate."

Na mesma entrevista, o terrorista de direita revelou ter contribuído financeiramente com a campanha do ex-presidente da Colômbia Álvaro Uribe, que negociou a desmobilização das AUC em 2006. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.