Para Coréia do Norte, negociação da crise nuclear foi "vazia"

A Coréia do Norte descartou a necessidade de novas conversações sobre seu programa nuclear, um dia depois do final de uma cúpula internacional em que o país comunista havia indicado que poderia cooperar na questão. ?Não há necessidade de conversações desse tipo?, disse um porta-voz não-identificado a repórteres no Aeroporto de Pequim, lendo uma declaração. ?Esta rodada foi vazia?, acrescentou. ?Não temos mais interesse, ou expectativas, nesse tipo de conversa?.Também neste sábado, a agência de notícias oficial do governo norte-coreano, a KCNA, informou que um porta-voz da chancelaria do país dito: ?Estamos muito mais certos de que não temos outra opção além de ampliar nossa força de dissuasão nuclear par autodefesa, para proteger nossa soberania?.Menos de duas horas antes, o secretário de Estado adjunto dos EUA, James Kelly, que representou os Estados Unidos na reunião em Pequim, disse que as partes haviam atingido ?um início produtivo?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.