para entender
, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2010 | 00h00

Redução

Ambos os países farão com que seus respectivos arsenais atinjam um máximo de 1.550 ogivas cada um.

2.

Limitação

Novo acordo prevê limite de 800 vetores capazes de transportar ogivas (mísseis intercontinentais, embarcados em submarinos e em bombardeiros).

3.

Verificação

Texto retoma elementos do Start-I e os adapta aos novos limites. Prevê controles em instalações nucleares e intercâmbio de informações.

4.

Duração

Acordo ficará em vigor por dez anos, contados a partir da data de sua entrada em vigor, e poderá ser renovado por no máximo cinco anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.