Para EUA, Chávez ameaçava liderança brasileira

O governo americano chegou a pensar que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, estaria ameaçando os planos de liderança do Brasil na América do Sul. Os comentários da diplomacia americana foram feitos em um almoço no dia 4 de maio de 2005, entre o general Jorge Armando Felix e o embaixador dos EUA em Brasília, John Danilovich. Segundo o telegrama da embaixada, durante o almoço, o embaixador disse que "Chávez estaria atrapalhando os esforços do Brasil para ter um papel de liderança política e econômica na América do Sul". Felix teria concordado com a afirmação, fazendo um gesto positivo com a cabeça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.