Para EUA, crise econômica ajuda oposição a Chávez

A crise econômica que afeta a Venezuela custou ao presidente Hugo Chávez a perda da influência na América Latina e o fortalecimento da oposição, avaliou ontem o governo dos EUA. Para o subsecretário de Estado para a região, Arturo Valenzuela, os ataques do governo à liberdade de imprensa e a concentração de poder nas mãos do Executivo preocupam Washington. /AP

, O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.