Para EUA, Irã não cumpriu exigências nucleares da ONU

A Casa Branca disse nesta quinta-feira, 22, que o relatório da agência nuclear da ONU mostra que o Irã não cumpriu com suas obrigações para suspender seu programa de enriquecimento de urânio. Os Estados Unidos e seus aliados na comunidade internacional suspeitam que Teerã esteja desenvolvendo a atividade para construir uma bomba atômica.Gordon Johndroe, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, disse que o governo americano havia acabado de receber uma cópia do relatório - que deve ser divulgado oficialmente ainda nesta quinta-feira - e que autoridades estavam analisando o documento."Uma leitura inicial rápida mostra que o Irã não cumpriu com suas obrigações nucleares sob (a resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas) 1737 e isso é frustrante. Nós vamos analisar o relatório e discuti-lo com nossos aliados", afirmou.Em uma decisão firmada no dia 23 de dezembro após meses de impasse, o Conselho de Segurança (CS) da ONU concordou por unanimidade em impor sanções contra a República Islâmica em uma medida punitiva contra a insistência de Teerã em manter sua produção de urânio enriquecido - elemento que pode ser usado tanto como combustível para a produção de energia, como para a fabricação de armamentos. As medidas incluem um embargo na venda de elementos que possam ser usados no programa nuclear iraniano e a suspensão de programas de cooperação energética da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).Com a resolução de dezembro, o CS pediu à AIEA a elaboração de um relatório sobre o comportamento do Irã nos 60 dias posteriores à adoção do texto. A ONU determina que o Irã suspenda o enriquecimento de urânio e volte à mesa de negociação. Caso contrário, as sanções aplicadas em dezembro deverão ser ampliadas.O Irã, entretanto, afirma que seu programa visa desenvolver uma tecnologia civil e pacífica, e argumenta não estar fazendo nada que outras nações já não fizeram no passado. Nas últimas semanas, ampliaram-se os relatos de que os Estados Unidos têm planos de atacar as instalações nucleares do Irã caso a crise não seja resolvida pela ONU. O presidente americano, George W. Bush, por sua vez, insiste que os Estados Unidos buscam resolver o impasse pela via diplomática.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.