Para EUA, renúncia não indica guerra com Irã

Tanto o Pentágono quanto a Casa Branca negaram ontem que os EUA estejam buscando uma guerra contra o Irã. Os anúncios foram feitos um dia após a renúncia do almirante William Fallon ao cargo de comandante para o Oriente Médio. Segundo a revista Esquire, ele era o único membro do governo oposto a uma ação militar contra Teerã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.