Para EUA, reunião na Coréia do Norte foi 'substancial'

O negociador nuclear americano Christopher Hill, subsecretário de Estado dos Estados Unidos, declarou hoje que as negociações mantidas esta semana com a Coréia do Norte foram "substanciais" e "longas", mas não revelou quanto de progresso foi obtido na iniciativa para persuadir a nação comunista a retomar o desmantelamento de seu programa nuclear. Hill desembarcou hoje em Seul, depois de passar três dias na Coréia do Norte."As reuniões foram bastante extensas, na verdade, muito substanciais", disse Hill a jornalistas depois de ser recebido em Seul pelo negociador nuclear sul-coreano Kim Sook. Ele recusou-se a fornecer detalhes e disse que primeiro precisa conversar com a secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, e com os representantes dos outros países envolvidos nas negociações com a Coréia do Norte, que são a China, o Japão e a Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.