Para ingleses, Brown não está pronto para suceder Blair

A maioria dos britânicos considera que o influente ministro da Economia, Gordon Brown, não está preparado para suceder o primeiro-ministro Tony Blair na chefia do governo, segundo uma enquete publicada neste domingo, 8, pelo jornal Sunday Times.A pesquisa de opinião, feita pela empresa YouGov com 2.218 eleitores entre os dias 4 e 5 de abril, indica que 57% dos entrevistados não consideram que Brown seja o político mais adequado para substituir o atual primeiro-ministro britânico.Apenas 27% pensam que o titular de Economia, considerado o sucessor natural de Blair à frente do trabalhismo, está capacitado para assumir a chefia do Governo.A enquete foi realizada após a divulgação de que Brown fez caso omisso das advertências de assessores e empresários de que seu planode eliminar uma redução fiscal geraria um enorme déficit no sistema de previdência.EscolhaO ministro adotou essa decisão em 1997, depois de o Partido Trabalhista chegar ao poder, gerando perdas na ordem de ? 145 bilhões no valor pago pela previdência.A esse respeito, 52% dos entrevistados opinam que Brown foi um ministro da Economia ruim, enquanto 41% elogiam seu trabalho à frente do ministério.Em termos partidários, 39% dizem que votariam no Partido Conservador, de David Cameron, se houvesse eleições gerais, enquanto32% apoiariam o Partido Trabalhista.Dezesseis por cento dariam seu voto ao Partido Liberal-democrata, terceira força política do Reino Unido. Embora não se espere a convocação de eleições gerais até 2009, todas as pesquisas indicam uma perda do trabalhismo nos pleitos autônomos da Escócia e de Gales e nos municipais da Inglaterra, que ocorrerão em maio.A classe política britânica espera que Blair abandone o poder no segundo semestre e que Brown o suceda, apesar de alguns dirigentestrabalhistas duvidarem do ministro da Economia e defenderem um candidato sólido capaz de disputar a liderança do partido.Segundo a edição de hoje do jornal Sunday Telegraph, o ministro do Interior, o carismático John Reid, encorajou o titular de Meio Ambiente, o jovem David Miliband, a desafiar o ministro da Economia.Miliband, no entanto, reiterou que não tem intenção de concorrer com Brown pela liderança trabalhista, enquanto Reid não descartou a Possibilidade.Outra notícia negativa para o trabalhismo foi a enquete divulgada hoje pelo jornal The Observer, na qual a maioria dos mais de 2 miladultos entrevistados disse que o Reino Unido é um país mais perigoso e menos feliz que em 1997, quando Blair chegou ao poder.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.