Para Israel, derrota dos EUA no Iraque abalará paz mundial

O ministro de defesa de Israel, Shaul Mofaz, disse que, se os americanos perderem a guerra contra o Iraque, a paz mundial estará ameaçada. "Se os americanos forem forçados a deixar o Iraque como resultado do terrorismo, o eixo do mal erguerá sua cabeça e provavelmente colocará em risco a paz mundial", disse Mofaz em entrevista publicada no jornal Yediot Aharonot. No entanto, Mofaz se disse convencido de que os EUA vão vencer no Iraque e "superar qualquer tentativa de transformar o país num estado do terrorismo." Israel foi um dos maiores aliados no esforço de depor o ex-ditador Saddam Hussein. Durante a primeira Guerra do Golfo, Saddam disparou 39 mísseis Scud contra Israel. Mofaz disse que um sucesso norte-americano no Iraque teria implicações positivas para o Oriente Médio. "Se os americanos conseguirem estabilizar o Iraque, o que Israel acredita que eles farão, isto terá um impacto positivo no Oriente Médio todo, na economia mundial e no poder da comunidade internacional", disse. O ministro de defesa disse também que os israelenses estão "com os dedos cruzados pelos americanos no Iraque" e que os avisou para não viajarem para aquele país. Ontem, um árabe israelense do leste de Jerusalém foi seqüestrado por milicianos iraquianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.