Para Jospin, Bin Laden não é o único suspeito

As pistas sobre os autores dos ataques de 11 de setembro aos Estados Unidos levam à suspeita não apenas de Osama bin Laden, mas também de outros grupos, afirmou o primeiro-ministro francês, Lionel Jospin, em entrevista publicada hoje no jornal Ouest-France. "O Afeganistão parece ser um santuário para o terrorismo", disse Jospin. "Os países devem ser lembrados a respeito da sua responsabilidade em relação à comunidade internacional, e alguns precisam parar com sua cumplicidade ou complacência", afirmou. Ao ser questionado se ele estaria seguro sobre o envolvimento de bin Laden nos ataques aos EUA, Jospin respondeu: "O mundo do terrorismo é nebuloso e escondido, uma série de indícios apontam para o grupo de Bin Laden e para outros, não necessariamente ligados a ele. É preciso tomar medidas contra todos esses grupos", completou.Mas Jospin não disse quais seriam os outros grupos envolvidos, e nem se ele estaria se referindo a militantes islâmicos suspeitos de participação em um plano para atingir alvos americanos na França, incluindo a embaixada dos EUA em Paris. Sete pessoas detidas na França, por suposta ligação com o plano estão sendo investigadas - esse é o primeiro passo para a acusação formal. Outro suspeito, que conseguiu fugir da polícia francesa, foi preso na Grã-Bretanha esta semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.