Para manter segurança no país, afegãos apoiam negociações com grupos armados

Pesquisa mostra que insegurança, desemprego e corrupção são os maiores problemas do Afeganistão

AP

09 de novembro de 2010 | 04h31

CABUL - A esmagadora maioria dos afegãos apoiam os esforços do governo para a negociação de paz com os insurgentes do taleban.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira, 9, pela Ásia Foundation mostra que 83 por cento dos afegãos adultos querem esforços para que a segurança no pais seja mantida por meio das negociações com grupos armados. É um crescimento de 71 por cento em relação ao último ano.

De acordo com o levantamento, 37 por cento acreditam que a insegurança é o maior problema da nação, seguido pelo desemprego e corrupção.

Mais de 6.400 adultos foram entrevistados em junho e julho, com exceção das áreas perigosas. A pesquisa foi conduzida com o suporte da Agência de Desenvolvimento Internacional dos Estados Unidos, e a margem de erro é de 4,4 pontos para cima ou para baixo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.