Para o governo, invasão das Farc no Brasil é "utopia"

Não há indícios de que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) possam ingressar em território brasileiro, depois da investiga das forças policiais colombianas contra o grupo armado, disse nesta terça-feira o ministro da Defesa, Geraldo Quintão. ?Nossa fronteira está bem guardada, principalmente pelo Exército. Esse negócios de eles (guerrilheiros) poderem vir para cá é utopia?, disse o ministro, ao ressaltar que a tropa toda que está na região Amazônica tem grande mobilidade e já há recursos para a compra de combustível para os aviões voarem. Para o ministro, a atitude do novo presidente colombiano Álvaro Uribe de combater as Farc é natural. ?Ele está fazendo o que é de direito dele. É um problema interno?, disse ele, ao comentar que as autoridades brasileiras sempre estiveram atentas à mobilização dos guerrilheiros. Ele negou que o Brasil esteja programando a realização de uma manobra conjunta com os colombianos. ?Não temos dinheiro nem para fazer manobras aqui dentro do Brasil?, afirmou, ao esclarecer que justamente por falta de recursos duas manobras foram canceladas. ?Se não pude fazer manobra aqui por causa da restrição orçamentária, como é que vou fazer manobra conjunta??.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.