Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Para o Pentágono, não há guerrilha no Iraque

O secretário de Defesa dos EUA, Donald H. Rumsfeld, negou-se a atribuir a onda de violência contra soldados americanos no Iraque a uma guerra de guerrilha. Em vez disso, responsabilizou remanescentes ?espalhados e desorganizados? da ditadura de Saddam Hussein. ?Eu não sei se usaria essa palavra?, disse Rumsfeld, perguntado se havia uma ?guerrilha? atuando contra os EUA no Iraque.Segundo o secretário, milhares de criminosos foram soltos das prisões iraquianas, e essas pessoas fazem coisas ?que não são boas? para o povo do Iraque. Rumsfeld acredita que os combates principais da guerra já se encerraram, mas que ainda há ?muitos baathistas (membros do partido que apoiava o governo deposto) e Fedayin (paramilitares leais a Saddam)?. A coalizão está ?tomando todas as medidas possíveis para erradicá-los?, afirmou. As forças americanas e britânicas já sofreram 20 baixas causadas por forças hostis desde que o presidente George W. Bush declarou o fim dos combates, em 1º de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.