Para Obama, não há 'atalho' para paz no Oriente Médio

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, advertiu nesta quarta-feira que não há "atalho" para a paz no Oriente Médio. Obama fez a declaração durante seu discurso na Assembleia Geral da ONU, na sede da entidade em Nova York.

AE, Agência Estado

21 de setembro de 2011 | 12h14

"Estou convencido de que não há atalho para o fim de um conflito que tem durado décadas. A paz não virá através de comunicados e resoluções na ONU - se fosse tão fácil, isso já teria sido realizado", afirmou Obama em seu discurso.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, pretende pedir na sexta-feira a inclusão da Palestina como membro da ONU. Há, porém, uma intensa campanha diplomática liderada por EUA e Israel para impedir essa iniciativa. Os EUA defendem que as diferenças entre os dois lados se resolvam através de um diálogo bilateral. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUObamaOriente Médio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.