REUTERS/Alkis Konstantinidis
REUTERS/Alkis Konstantinidis

Para ONU, fluxo de refugiados que chegam à Europa é apenas ‘a ponta do iceberg’

Organização insiste para que países se unam sob o compromisso de parar a guerra na Síria; 500 mil pessoas devem se deslocar para o Iraque

O Estado de S. Paulo

25 Setembro 2015 | 08h47

GENEBRA - O coordenador regional de refugiados do Alto Comissariados das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Amin Awad, disse nesta sexta-feira, 25, que não espera uma diminuição no fluxo diário de cerca de 8 mil refugiados por dia chegando à Europa, e alertou que isso pode ser apenas "a ponta do iceberg".

“Enquanto não houver uma solução para a Síria, enquanto as condições dos refugiados em países vizinhos não forem estabilizadas, esforços têm que ser feitos”, disse Awad.

O coordenador ainda disse que os países precisam se unir para uma abordagem global e sugeriu que o compromisso de parar com a guerra está sobre os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU.

“Os governos que poderiam fazer a diferença são os governos responsáveis por influenciar o destino da política e segurança globais do nosso mundo atual. Os líderes de nossa geração precisam agir rápido para encontrar uma solução para o problema da Síria antes que ele se torne global.”

Awad elogiou a decisão da União Europeia de contribuir com 1 bilhão de euros para os esforços humanitários da ONU, mas disse que, ainda assim, a quantidade não é suficiente e a situação precisa de mais dinheiro.

Dominik Bartsch, vice-coordenador humanitário no Iraque, disse, por sua vez, que 10 milhões de pessoas no Iraque devem precisar de ajuda humanitária até o final do ano, de onde 3,2 milhões já foram deslocadas.

Ele disse que a ONU está se planejando para o deslocamento de mais 500 mil pessoas da cidade iraquiana de Mossul, caso as forças iraquianas lancem uma ofensiva para tentar recuperar a cidade das mãos do Estado Islâmico. /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.