Para palestinos, Likud e Partido Trabalhistas são iguais

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo Centro Palestino de Opinião Pública constatou que 48,9% dos palestinos adultos da Cisjordânia consideram que um governo israelense conduzido pelos trabalhistas não seria diferente de um dirigido pelo Likud. De acordo com a pesquisa, 16,8% acreditam que um governotrabalhista seria melhor e 24,6% pensam que seria pior.No caso de um ataque norte-americano contra o Iraque, 62% acreditam que os palestinos devem apoiar Bagdá, enquanto 23,5%pensam que não. O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Yasser Arafat, conta com o apoio de 38,3% dos entrevistados, enquanto 37,8% disseram ser contra ele.Com relação à paz com Israel, 28,9% acreditam que ela épossível num futuro próximo, 19,5% crêem que isto é improvável e 33,5% dizem que é impossível.Se eleições locais fossem realizadas hoje, 30% dos entrevistados disseram que votariam na Fatah, agremiação política liderada por Arafat. O grupo islâmico Hamas, responsável por diversos atentados suicidas contra Israel, tem 18% das intenções de voto. Outros grupos que combatem o Estado judeu, como a Frente Popular para a Libertação da Palestina e a Jihad Islâmica, teriam 10% e 6%, respectivamente. Mil palestinos foram entrevistados para a composição da pesquisa. A margem de erro é de três pontos porcentuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.