Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Para Raúl, presidente dos EUA é ''homem bom''

O presidente de Cuba, Raúl Castro, disse ontem que o novo líder dos EUA, Barack Obama, parece ser "um homem bom" e desejou sorte ao americano em seu governo. No entanto, o líder cubano não deu detalhes sobre uma possível melhora nas relações entre os dois países.Durante a campanha eleitoral, Obama sugeriu que poderia aliviar as restrições no número de viagens que cubanos-americanos fazem a Cuba e também na quantidade de dinheiro que enviam para seus parentes na ilha. Ele também disse estar disposto a negociar pessoalmente com Raúl. O novo presidente americano, porém, afirmou que não pressionaria o Congresso para levantar o embargo econômico dos EUA à ilha.Nos últimos meses, Raúl também afirmou que estaria disposto a dialogar com o novo ocupante da Casa Branca para iniciar o restabelecimento das relações entre Havana e Washington - desde que o encontro ocorresse em "igualdade de condições". "Gesto por gesto. Estamos dispostos a fazê-lo quando for, quando eles decidirem, sem intermediários, diretamente, mas não estamos ansiosos, não estamos desesperados", disse Raúl, em entrevista à televisão estatal, no início do mês. O líder cubano também admitiu que Obama poderia fazer avançar "ideias mais justas".As declarações dos dois líderes foram vistas por cubanos como um importante progresso na melhora dos laços, já que o governo do ex-presidente George W. Bush fechou as portas para negociações ao aumentar sanções contra o governo da ilha.

AP, O Estadao de S.Paulo

22 de janeiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.