Para Rumsfeld, neutralizar Bin Laden sem capturá-lo "é melhor do que nada"

Apesar de as forças norte-americanas não terem conseguido capturar o milionário saudita Osama bin Laden, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald H. Rumsfeld, alegou que a caçada humana pelo menos neutralizou a ação do suposto líder terrorista. "Nosso objetivo era conter o terrorismo da forma que pudéssemos. E isto significa pressioná-los", comentou Rumsfeld nesta segunda-feira. "Nós aplicamos pressão suficiente para que eles ficassem tão ocupados tentando sobreviver, mudando de um lugar para o outro", que eles não podem mais organizar novos atentados terroristas. "Não é nosso resultado preferido, mas é bem melhor do que nada", disse Rumsfeld durante uma entrevista coletiva no Pentágono. O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse desde os dias que seguiram os atentados de 11 de setembro contra Washington e Nova York que quer Bin Laden capturado vivo ou morto. Enquanto isso, num sinal de que o Pentágono se prepara para uma extensa guerra contra o terrorismo, ficou decidida a redução de dois para um no número de aeronaves de transporte que operam na guerra contra o Afeganistão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.