Para Vaticano, desculpa de bispo é 'insuficiente'

O Vaticano considerou hoje que o pedido de desculpas feito por um bispo britânico que negou o Holocausto é insuficiente para sua readmissão pela Santa Sé. O reverendo Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, disse hoje que a declaração do bispo Richard Williamson "não parece respeitar as condições" impostas a ele pela cúpula da Igreja Católica.Ontem, Williamson pediu desculpas por ter negado o Holocausto, mas não disse que seus comentários foram errados ou que não acredita mais neles. Ele rejeita a afirmação de que 6 milhões de judeus tenham morrido durante o Holocausto e sustenta que nenhum judeu foi morto em câmaras de gás. No último dia 4, o Vaticano determinou que, para ser readmitido como prelado da Igreja, Williamson "deve distanciar absoluta e inequivocamente" de suas declarações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.