Parada do amor reúne 200 mil em Israel

Cerca de 200 mil pessoas se reuniram hoje nas praias de Tel Aviv durante a versão israelense da Love Parade (Parada do Amor) - que teve origem em Berlim em 1989 como uma homenagem "ao amor e à tolerância". O desfile, ao som de música eletrônica comandada por dezenas de DJs, foi acompanhado por cerca de 2 mil agentes policiais e voluntários da guarda civil, em meio à violência rotineira que assola a região. Tel Aviv resiste em se considerar como parte do conflito entre árabes e israelenses. Das casas noturnas e bares à beira-mar, parece incompreensível o conflito entre os partidários do Hamas e os colonos judeus pelo controle do Túmulo dos Patriarcas. Os notívagos freqüentadores da orla se sentem mais próximos a Nova York ou Barcelona que de Hebron ou da Faixa de Gaza. "Medo? Nem um pouco", disse jovem Lior, que colocou uma escandalosa peruca laranja. "Somos todos um pouco loucos. Queremos apenas nos divertir com em um país normal".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.